Temporada 2022
novembro
s t q q s s d
<novembro>
segterquaquisexsábdom
3112 3 4 5 6
789 10 11 12 13
141516 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
2829301234
567891011
jan fev mar abr
mai jun jul ago
set out nov dez
PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
SEG A SEX – DAS 9h ÀS 18h
  • 2023 | Temporada 2023 SSP
  • 2022 | EH Tributo a Gal Costa
  • 2022 | QUA 05 SSP
ENCONTROS HISTÓRICOS: TRIBUTO A GAL COSTA

Faz pouco mais de uma semana que nos despedimos de Gal Costa — ela faria o encerramento da série Encontros Históricos na Sala São Paulo no dia 17 de setembro. Como somos todos só saudades dessa artista gigante, a Fundação Osesp promoverá um tributo à cantora na mesma data originalmente prevista para sua apresentação em nossa casa. Para cantar sucessos que foram imortalizados na voz de Gal, convidamos quatro expoentes da nova geração da MPB: Tim Bernardes, Rubel — parceiros recentes da cantora —, Dora Morelenbaum e Lívia Nestrovski estarão acompanhados pela Brasil Jazz Sinfônica.

 

Os ingressos garantidos para o programa original continuam válidos (novos lugares serão disponibilizados apenas caso haja desistências). Esperamos que possa vir celebrar e se emocionar conosco a vida de Gal! Aqueles que não se sentirem contemplados com a mudança, poderão solicitar o reembolso pelo e-mail ajuda@byinti.com.

 

🎼 Encontros Históricos na Sala São Paulo: Tributo a Gal Costa — com Tim Bernardes, Rubel, Dora Morelenbaum, Lívia Nestrovski e Brasil Jazz Sinfônica
⏰📆 17 de dezembro, sábado, às 22h
🗺️ Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16)
📱💻 Transmissão ao vivo gratuita no sábado (17), às 22h, no Youtube da Sala São Paulo.

TEMPORADA 2023 | SEM FRONTEIRAS

A Temporada Osesp 2023 – Sem Fronteiras já está no ar! A programação para o próximo ano contará com 32 programas sinfônicos de assinatura na Sala São Paulo, com ao menos três concertos por semana. Somando as séries da Orquestra, do Coro da Osesp, a agenda de recitais e os concertos do novo Quinteto Osesp (em ano sabático do Quarteto Osesp), veremos mais de 150 apresentações ao longo de 2023.


O Diretor Musical e Regente Titular, Thierry Fischer, comanda 12 programas – serão cerca de 40 concertos. A Temporada começa oficialmente no dia 02/mar com a Sinfonia nº 3 de Gustav Mahler, com Coros da Osesp, Acadêmico e Infantil, mais a soprano sueca Anna Larsson.

 

 


CICLOS
Dentre os ciclos do ano, destacam-se Rachmaninov 150 anos, com o Artista em Residência Stephen Hough tocando as obras para piano e orquestra do compositor russo; Ligeti 100 Anos, que apresenta cinco peças do húngaro György Ligeti; pela segunda vez um ciclo dedicado a um único instrumento, Violoncelo em Foco, com sete grandes nomes (entre eles, Gautier Capuçon, Jean-Guihen Queyras e Sheku Kanneh-Mason); Jean Sibelius e Henri Dutilleux como as Escolhas do Maestro Thierry Fischer para o ano; e uma maratona de Ludwig van Beethoven, a Beethoven-Fest, que recria o programa do lendário concerto realizado pelo compositor alemão em Viena, em dezembro de 1808.


ARTISTAS
Receberemos mais de 60 artistas convidados, entre brasileiros (como o pianista Fabio Martino e o maestro José Soares) e estrangeiros (como a Regente de Honra Marin Alsop, entre tantos outros). O Músico Homenageado da Temporada será o spalla dos Segundos Violinos da Osesp, Adrian Petrutiu, e celebraremos também as cinco décadas de Elizabeth Del Grande como timpanista da Orquestra. Diversas estreias de obras encomendadas, e gravações da Osesp para o selo Naxos, tornarão o ano ainda mais rico.


ASSINATURAS
Você pode garantir um ano de música Sem Fronteiras antecipado em pacotes de Assinaturas cheios de benefícios. As renovações para assinantes atuais começam dia 17 de outubro, e as novas assinaturas poderão ser adquiridas a partir de 07 de novembro. As vendas terminam dia 31 de dezembro de 2022.

 

Confira o Livro da Temporada 2023 AQUI.

ALTERAÇÕES NOS PROGRAMAS DE DEZEMBRO DA OSESP

Nosso Diretor Musical Thierry Fischer não poderá estar conosco nos três últimos programas do ano devido a uma pequena, mas inadiável cirurgia. Desta forma, algumas alterações foram necessárias a fim de acomodar as mudanças de maestros e, consequentemente, de repertórios. “Não poder estar com vocês para reger os concertos incríveis planejados para dezembro me deixa imensamente triste, mas sei que estarão nas ótimas mãos dos colegas Ira Levin, Gilbert Varga e Christopher Allen. Estou muito animado para me reencontrar com todos em março de 2023, quando vou dirigir a nossa Osesp na Terceira Sinfonia de Mahler e na Quinta de Sibelius, além de todos os programas maravilhosos que a próxima temporada nos reserva”, escreveu Thierry.

Nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, receberemos Ira Levin. O maestro já dirigiu os teatros municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro e o Teatro Nacional, em Brasília, além de ter sido Regente Convidado Principal do Teatro Colón, em Buenos Aires. Já esteve no pódio de orquestras como a Gewandhaus de Leipzig e a Staatskapelle de Dresden e gravou com a Sinfônica de Londres e com a Orquestra Nacional da Escócia. Seguimos com o pianista convidado Andreas Haefliger, que tocará o Concerto nº 1 de Brahms no lugar da peça de Dieter Ammann originalmente programada. O Prelúdio à Sesta de um Fauno de Debussy e as Bachianas Brasileiras nº 2 de Villa-Lobos serão tocados conforme planejado.
 
Dias 8, 9 e 10, nossa Orquestra estará sob regência de Gilbert Varga. O húngaro-britânico já foi Regente Principal Convidado da Sinfônica de Malmö, Diretor Musical da Orquestra Nacional Basca e Regente Principal da Sinfônica de Taipei, dentre outros muitos cargos. Atuou com diversas orquestras, como as de Paris e da Filadélfia, a Filarmônica de Oslo e a Sinfônica de Sydney, além da própria Osesp. A violinista Baiba Skride seguirá interpretando o Concerto de Korngold, e a peça Le Boeuf sur le Toit, de Milhaud, também será mantida. No lugar da Terceira de Sibelius, o público ouvirá as duas suítes de Peer Gynt, de Grieg.

Encerrando a Temporada 2022, em 15, 16, 17 e 18, daremos as boas-vindas a Christopher Allen. Vencedor da The Sir Georg Solti Conducting Award de 2017 e do Bruno Walter Conducting Award and Memorial Career Grant de 2016, o jovem maestro norte-americano tem sido especialmente elogiado por suas colaborações no universo do teatro lírico — regeu, por exemplo, as óperas de Los Angeles, da Filadélfia, de Atlanta e de Chicago, as óperas nacionais Inglesa, de Washington e da China. Allen fará sua estreia com a Osesp dirigindo a Nona Sinfonia de Beethoven.

MUDANÇAS NA DIRETORIA E NOVA GOVERNANÇA NA FUNDAÇÃO OSESP

 

Após 13 anos dedicados à construção de uma programação de alto nível, ao incentivo à música brasileira e a dar um sentido de curadoria a todas as atividades da Fundação Osesp, Arthur Nestrovski deixará a Direção Artística da instituição. “A decisão vinha sendo amadurecida há um bom tempo, em conversas com o presidente do Conselho de Administração, Pedro Parente, e com o Diretor Executivo, Marcelo Lopes. É hora de a instituição renovar as reservas de energia para tocar o projeto, que exige uma infinita carga de dedicação”, afirma Nestrovski, em carta que pode ser lida na íntegra aqui.

 

NOVA ESTRUTURA
A conclusão do ciclo de Nestrovski coincide com um momento em que a Osesp se orienta a novos objetivos e permite uma reorganização de sua governança a fim de atingi-los.

 

A partir da Temporada 2024, as decisões relativas à programação artística passarão à liderança direta de Thierry Fischer, que incorporará parte das atividades da atual Diretoria Artística a seu escopo como Diretor Musical e Regente Titular da Osesp. Sob a gestão de Fischer, a construção da programação e escolha dos convidados levará em conta sua visão sobre repertórios, estilos e competências que, a seu ver, enriquecerão a capacidade musical da Orquestra e demais corpos artísticos.

 

Caberá a Fischer articular e implementar a visão de longo prazo para todos os corpos artísticos da Fundação. As demais atividades da Direção Artística serão distribuídas entre Fischer e sua equipe e Marcelo Lopes e o time da Direção Executiva, com intensa colaboração em frentes como os Programas Educacionais e projetos de difusão pelo estado.

 

HOMENAGEM AO ENCERRAMENTO DE CICLO E PASSAGEM DE BASTÃO
Como forma de marcar a conclusão do ciclo de Nestrovski e comemorar as conquistas de seus 13 anos como Diretor Artístico, Fischer dedicará o concerto de encerramento da Temporada (18/dez) ao colega, em que regerá a Nona Sinfonia de Beethoven.

RESERVE SEU TÁXI DE VOLTA PARA CASA
Quando for assistir a um concerto por aqui, não se esqueça de agendar a volta para casa! A Sala São Paulo conta com uma parceria exclusiva com a empresa Use Táxi e, antes do início do espetáculo, ou durante o intervalo, você pode reservar o seu táxi de retorno. Basta se dirigir ao funcionário da Use Táxi, localizado no Boulevard de entrada (piso térreo), e agendar a sua corrida. Ao final do concerto, para agilizar o fluxo de saída, os táxis ficam perfilados na mesma faixa de desembarque, mas no sentido inverso ao da entrada.